REVOLTADOS MORADORES DE BREJO GRANDE DO ARAGUAIA FECHAM RODOVIA TRANSAMAZÔNICA

Moradores de Brejo Grande fecham BR-230
com barricada de pneus 
Da Redação – Por Juno Brasil – Moradores de Brejo Grande do Araguaia (Pa) clamando por justiça e revoltados com o descaso do sumiço da cozinheira da fazenda Ouro Verde, no município de Brejo Grande do Araguaia (Pa), Clemilda Rosene Ferreira, 35 anos, desaparecida desde a noite da última sexta-feira (01), com suspeita de ter sido morta por seu ex-namorado, Marcos Vinícius, o Galego, fecharam a rodovia Transamazônica (BR-230).
Manifestantes espalham
faixas na BR
Clemilda Ferreira continua sumida
A manifestação teve início por volta das 17 horas, desta terça-feira (05), e até o momento do fechamento desta matéria, populares do município, ainda continuam firmes bloqueando a rodovia, com barricadas de pneus.
A Polícia Rodoviária Federal esteve no local do manifesto, tentando liberar a rodovia, mas os manifestantes garantiram que somente liberam com a presença do delegado de São João do Araguaia, responsável pela região, com o compromisso de resolver o caso do desaparecimento de Clemilda Ferreira.
"Galego" acusado de ter matado Clemilda 
Segundo informações de populares, na noite da última sexta-feira, quando a vítima se encontrava em casa, na cidade de Brejo Grande do Araguaia, com seu atual namorado e os filhos, faltou energia elétrica na cidade e ela saiu para comprar velas e não mais voltara.

Familiares e amigos de Clemilda Ferreira suspeitaram do sumiço da mesma, acreditando que ela tenha sido assassinada, por seu ex-namorado, o Galego, que inconformado com o fim do namoro, a ameaçara diversas vezes, agredira-a fisicamente e verbalmente, prometendo matá-la.
A Polícia Civil de São João do Araguaia deu início aos trabalhos de investigação, chegando a encontrar num matagal de uma fazenda vizinha, as roupas, o prendedor e cabelos da vítima, mas não encontraram o corpo.

O suspeito e acusado de ter dado sumiço no corpo da cozinheira, Marcos Vinícius, foi detido e interrogado pela Polícia Civil, mas negara veemente que nada tinha a ver com o desaparecimento de Clemilda Ferreira e devido à falta de provas foi liberado, conforme estipula a Lei, mas a população e familiares revoltados e clamando por justiça, querem uma solução para esse mistério e prometem que somente vão liberar a rodovia Transamazônica, quando as autoridades tomarem as devidas providências para desvendar o caso. 
REVOLTADOS MORADORES DE BREJO GRANDE DO ARAGUAIA FECHAM RODOVIA TRANSAMAZÔNICA REVOLTADOS MORADORES DE BREJO GRANDE DO ARAGUAIA FECHAM RODOVIA TRANSAMAZÔNICA Reviewed by Revista Acadêmica on 20:17:00 Rating: 5

Nenhum comentário

tempo em canaã dos carajás