Desempregados realizam manifesto no SINE de Parauapebas

Desempregados em Parauapebas fecham ruas em frente ao Sine

Por Juno Brasil - Dezenas de desempregados realizaram manifestação de protesto, na manhã desta sexta-feira, 17, em frente à sede do Sistema Nacional de Emprego-Sine de Parauapebas, contra a falta de emprego que aflige o município.

A crise econômica faz crescer o número de desempregados no Brasil, que atinge hoje cerca de 15% dos brasileiros. Em Parauapebas a situação também é crítica, várias empresas fecharam as portas no ano passado e milhares de demissões mudaram a rotina dos moradores, gerando desemprego, fome e miséria.


O Sine de Parauapebas cadastra cerca de 120 pessoas desempregadas por dia, causando desespero e aflição à população, que cansados de esperar por uma vaga, promoveram na manhã desta última sexta-feira, um ato de manifesto, ateando fogo e colocando barricada de pneus, na esquina da rua 11 com a rua ‘F’, que dá acesso ao órgão, em protesto acerca da carência de emprego.


Os manifestantes questionavam sobre as vagas de emprego para eles, alegando que as empresas de Parauapebas estão trazendo funcionários de outros estados e que também as vagas estariam sendo dada a pessoas privilegiadas no município.

James Souza libera a rua de acesso ao Sine

O movimento teve fim com a chegada do coordenador do Departamento de Relações com a Comunidade-DRC da Prefeitura de Parauapebas, James Souza, que chegou ao local apoiado pela Polícia Militar e agentes do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte-DMTT de Parauapebas e conversou com os manifestantes, junto com o coordenador geral do Sine de Parauapebas, José Braz Mendonça, esclarecendo que nessa situação, manifestos não resolvem os problemas, apenas complicam mais a situação com os empresários.

Segundo James Souza emprego é o maior desafio da atual administração, pois o povo é imediatista e não compreende que o gestor municipal, junto com o Legislativo, está em busca de soluções para o desemprego no município e querem que em tão pouco tempo, tudo seja resolvido instantaneamente.

José Braz conversou com os desempregados reforçando que protestos como esses, somente pioram a situação, pois as empresas querem trabalhadores que tenham um perfil de comportamento e qualificação profissional.

Braz esclarece situação aos desempregados em frente ao Sine

Segundo Braz, a Prefeitura Municipal, em parceria com o SINE, a iniciativa privada e a população estão constituindo uma Comissão de Emprego, para qualificação profissional e preparação das pessoas para entrevistas de emprego, que tem sido o maior problema na hora da contratação, por parte dos desempregados, que na maioria não tem qualificação e nem ao menos comportamento profissional.

E quanto as alegações de vagas para privilegiados, o coordenador do Sine, garante que: “Hoje não existe mais essa possibilidade no órgão, pois o prefeito Darci não admite que órgãos municipais e secretarias sejam destinadas a vereadores e no Sine nem mesmo indicação política. Pode ser que na gestão anterior tenha havido esse tipo de privilégio, mas hoje posso garantir que trabalhamos com toda transparência e honradez, todos os dias vistamos as empresas atrás de vagas, para os trabalhadores de Parauapebas e expomos todas essas vagas disponíveis no mural da nossa sede e no nosso Blog da Transparência; www.sineparauapebas.blogspot.com e afirmo que muitas vezes, uma função fica até (05) cinco dias sem preenchimento, por falta de qualificação profissional para a mesma”, finaliza Braz.
Desempregados realizam manifesto no SINE de Parauapebas Desempregados realizam manifesto no SINE de Parauapebas Reviewed by Revista Acadêmica on 10:39:00 Rating: 5

Nenhum comentário

tempo em canaã dos carajás