Pistoleiros executam paciente no Hospital Geral de Parauapebas

Momento em que os executores fizeram servidores reféns para adentrar no HGP (Foto: Pebinha de Açúcar)

Por Juno Brasil - Cinco homens com capacetes invadiram as dependências do Hospital Geral de Parauapebas, na madrugada dessa segunda-feira, 20, e executaram Waldomiro Costa Pereira, que trabalhava como assessor na Prefeitura de Parauapebas.

Waldomiro Costa era militante do PT e
do MST (Foto: Pebinha de Açúcar)
Na noite do último sábado, 18, Waldomiro Costa havia sido alvejado com dez projéteis de arma de fogo, quando se encontrava em seu sítio, localizado no município de Eldorado do Carajás, mas conseguira sobreviver, sendo socorrido e encaminhado à emergência do HGP, onde passou por cirurgia e se encontrava fora de risco de morte, na Unidade de Tratamento Intensivo-UTI, quando por volta das 3 horas, da madrugada desta segunda-feira, 20, cinco homens usando capacetes e armados invadiram o Hospital e deram fim à vida do servidor público.

O homicídio contra Waldomiro Costa é envolto a mistério, pois o mesmo era militante do Partido dos Trabalhadores-PT e um dos líderes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra-MST, na região de Eldorado do Carajás. Em 2010, Costa teria sido preso por suposto envolvimento em tentativa de sequestro da gerente de um banco de Curionópolis-Pa, onde fora detido e depois foi solto, para responder ao inquérito em liberdade.

Segundo informações, na mesma noite do atentado, sábado 18, depois de Waldomiro Costa ter sido internado no HGP, dois homens estariam rondando a área do hospital, para concluir o homicídio, mas desistiram, com a chegada de uma viatura da Polícia Militar e somente retornaram, na madrugada desta segunda-feira, 20, quando mataram Costa.

Ao adentrarem no HGP, para a execução da vítima, os autores agiram com violência, fazendo servidores da Prefeitura de reféns. A Prefeitura vai disponibilizar as imagens das câmaras que registraram o ocorrido à Polícia Civil de Parauapebas, que já iniciou as investigações, para descobrir quem são os executores de Waldomiro Costa e qual o motivo desse misterioso homicídio.

Nota de pesar da Prefeitura de Parauapebas:

A Prefeitura de Parauapebas manifesta o seu mais profundo pesar, pelo falecimento do servidor público Waldomiro Costa Pereira, ocorrido nesta segunda-feira, 20 de março.

No último final de semana, Waldomiro foi vítima de ferimento por arma de fogo em sua propriedade, no município de Eldorado do Carajás. Ele foi encaminhado ao Hospital Geral de Parauapebas-HGP, onde passou por processo cirúrgico, mas na madrugada desta segunda-feira, cinco homens invadiram o HGP, renderam os seguranças, e executaram Waldomiro.

Neste momento de dor e profunda tristeza, a Administração Municipal e todos os companheiros de trabalho da Prefeitura se solidarizam com familiares e amigos de Waldomiro.

O servidor era casado e deixa cinco filhos. O velório de Waldomiro Costa ocorrerá na cidade de Curionópolis.

Nota da Secretaria Municipal de Saúde-Semsa:

Em relação ao falecimento de Waldomiro Costa Pereira, a direção do Hospital Geral de Parauapebas-HGP informa que:

O servidor público Waldomiro Costa Pereira deu entrada no HGP no último sábado, 18 de março, por volta das 18h, encaminhado pela própria família. Ele estava com ferimentos na cabeça e em uma das mãos. Após a realização de uma tomografia e raio-X, foram encontrados três projéteis na cabeça e pescoço. Waldomiro passou por cirurgia e, em seguida, foi encaminhado à Unidade de Tratamento Intensivo-UTI para observação.

Na madrugada desta segunda-feira, 20, por volta das 3h, cinco homens fortemente armados, chegaram à entrada do HGP, renderam seguranças, invadiram as instalações do hospital, se dirigiram até o leito do paciente na UTI e efetuaram disparos contra o servidor. Após tentativa sem sucesso de reanimação de Waldomiro, seu corpo foi encaminhado à necropsia do hospital.

No intuito de elucidar esse crime o mais rápido possível, a Prefeitura de Parauapebas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, disponibilizará todas as imagens do circuito interno de gravação do hospital para as autoridades policiais. (Ascom PMP)
Pistoleiros executam paciente no Hospital Geral de Parauapebas Pistoleiros executam paciente no Hospital Geral de Parauapebas Reviewed by Juno Brasil on 08:33:00 Rating: 5

Nenhum comentário

tempo em canaã dos carajás